quarta-feira, 10 de agosto de 2011

Certas Lembranças ...









Prosear sobre um passado não tão distante assim requer uma certa habilidade e condições psicoemocionais para (re)visitar esse lugar às vezes apagado ou adormecido nesse universo tão precioso que é a emoção.

Não quero me despedir de tantas lembranças tão deliciosamente queridas, nem tampouco sentir saudades desse tempo, mas é preciso entender a dinâmica do mundo, da vida, das tecnologias... é preciso se aproximar do tempo, ser seu amigo, buscar respostas, aliviar as dores … é preciso querer se libertar das amarras … é preciso erguer a taça para celebrar o novo e conviver com o antigo, este, não como divisor de águas, mas como protagonista de uma época que não vai mais voltar, nem precisaria, já que a essência foi traçada e trançada nas linhas do imaginário e nas engrenagens da evolução dos homens e de suas contribuições filosóficas ou não.

Sentir orgulho de fazer parte de uma geração inovadora é sem dúvida um privilégio, o que me estimula a testemunhar, expressar e acreditar que essa maneira peculiar de ver e sentir a vida e exprimir o meu ponto de vista é bem individual, pulsante e singular dentro desse “pacote” de lembranças, palavras e termos que invadem meu imaginário e se instalam como verdadeiras pérolas de memória como … creme rinse / condicionador (atual) - rouge / blush - cafona brega - calça cocota / calça de cintura baixa - pasta de dente / creme dental - primário e ginásio / ensino fundamental - radio de pilha / ipod  -  retrato / foto  -  fotocópia / xerox  -  folhinha / calendário  -   embrulho / pacote  lycra / stretch   -  quadro negro / lousa  - laquê / spray  -  costureira / estilista,   dentre tantos outros...

Sem falar é claro dos objetos, conteúdos, moda e tantas outras alegrias que fizeram parte e harmonizaram o cenário da vida dos que viveram esse período tão criativo e enriquecedor, abrindo caminho para essa avalanche sociocultural até os dias de hoje, como … a vitrola de prato com agulha / LP's / discos de vinil (atual) - compacto simples e compacto duplo - Revistas Sétimo Céu / Cruzeiro / Manchete - calça pantalona - vestido rendigote - ferro de passar roupas aquecido por carvão - retrato de binóculo / monóculo e muito mais ...

Ah! o passado, quantas recordações. Afinal, tantos anos depois muita coisa mudou e/ou deixou de existir, ousar relembrar, dá um certo saudosismo, reviram as lembranças, desconecta a mente do presente, desperta o inconsciente, abre a caixa das emoções ... enfim,é um verdadeiro presente para a alma e o coração, teria outra razão?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário